Crise política derruba confiança da indústria em prévia de junho

Prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) apontou piora em junho para o menor nível desde fevereiro, em meio à crise política e com deterioração das expectativas, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV); preliminar do ICI recuou 2,3 pontos, atingindo 90 pontos neste mês, o que seria o menor nível desde os 87,8 pontos registrados em fevereiro

Michel Temer, indústria, atividade industrial .2
Michel Temer, indústria, atividade industrial .2 (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) apontou piora em junho para o menor nível desde fevereiro, em meio à crise política e com deterioração das expectativas, divulgou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

Após três altas seguidas, a preliminar do ICI recuou 2,3 pontos, atingindo 90 pontos neste mês, o que seria o menor nível desde os 87,8 pontos registrados em fevereiro.

A interrupção da recuperação da confiança no setor deve-se principalmente à piora nas perspectivas, com o Índice de Expectativas (IE) caindo 3,2 pontos, para 92,5 pontos.

O Índice da Situação Atual (ISA) também indica piora, com queda de 1,3 ponto, para 87,7 pontos.

A prévia do Nível de Utilização da Capacidade Instalada, por sua vez, mostra queda de 0,1 ponto percentual, chegando a 74,6 por cento.

O país vive momentos de incerteza diante da forte crise política, com o presidente Michel Temer sendo investigado por suspeita de obstrução de Justiça, organização criminosa e corrupção passiva.

Em abril, a produção industrial brasileira havia subido 0,6 por cento na comparação com o mês anterior, porém ainda insuficiente para garantir que já estava havendo recuperação mais consistente da atividade no início do segundo trimestre, segundo dados do IBGE.

(Por Thaís Freitas)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email