Cubanos apoiam abertura

Milhares marcham em Havana e demonstram suporte s reformas econmicas anunciadas por Ral Castro

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Centenas de milhares de cubanos marcharam em Havana e outras cidades, hoje, marcando o Primeiro de Maio, em demonstrações interpretadas como manifestação de apoio às mudanças econômicas aprovadas recentemente pelo Partido Comunista, embora as pessoas segurando cartazes e gritando slogans ainda não tenham tido conhecimento dos detalhes.

Quase duas semanas depois que o partido endossou a tentativa do presidente Raul Castro para reparar a economia da ilha por meio de reformas limitadas em direção ao livre mercado, o governo não divulgou detalhes, nem disse quando o faria.

As demonstrações têm sido tratadas pelo jornal oficial do partido, Granma, como "a melhor chance para que os trabalhadores cubanos ratifiquem o apoio aos acordos".

Castro liderou a marcha no leste de Santiago de Cuba, a segunda maior cidade da ilha, enquanto a manifestação em Havana foi conduzida por José Ramon Machado Ventura, um senhor de 80 anos recentemente nomeado segundo secretário do partido, a segunda posição mais poderosa.

Salvador Valdes Mesa, o chefe do único sindicato aprovado pelo governo cubano, foi o único a falar com a multidão. "Estamos fazendo esta (marcha) porque apoiamos os acordos feitos pelo partido no Congresso", disse ele, diante da multidão que segurava fotos de Raul e Fidel Castro, cantando slogans como "socialismo é e será nossa esperança".

O governo de Cuba não respondeu aos pedidos para comentar a razão pela qual as diretrizes do acordo ainda não foram divulgadas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email