Decisão judicial suspende leilão de transmissão de energia marcado para esta quinta-feira

Uma decisão judicial suspendeu o início de um leilão de concessões para a construção e futura operação de linhas de transmissão de energia a ser realizado pelo governo e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta quinta-feira (28); no leilão, serão negociados 20 lotes de linhas de transmissão de energia, com expectativa de até R$ 6 bilhões em investimentos

Uma decisão judicial suspendeu o início de um leilão de concessões para a construção e futura operação de linhas de transmissão de energia a ser realizado pelo governo e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta quinta-feira (28); no leilão, serão negociados 20 lotes de linhas de transmissão de energia, com expectativa de até R$ 6 bilhões em investimentos
Uma decisão judicial suspendeu o início de um leilão de concessões para a construção e futura operação de linhas de transmissão de energia a ser realizado pelo governo e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta quinta-feira (28); no leilão, serão negociados 20 lotes de linhas de transmissão de energia, com expectativa de até R$ 6 bilhões em investimentos (Foto: Paulo Emílio)

Fernanda Cruz, repórter da Agência Brasil - Uma decisão judicial suspendeu o leilão que seria feito hoje (28) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na Bolsa de Valores, em São Paulo, o primeiro de transmissão de energia do ano. A decisão liminar foi obtida em favor da Jaac Materiais e Serviços, que ficou de fora do leilão por não apresentar as garantias necessárias para a sua participação.

A Advocacia-Geral da União informou que negocia com a empresa, já que a intenção da Jaac é entrar no leilão. "A decisão é na linha de garantir a participação dela e não suspender o certame", disse o diretor da Aneel, André Pepitone. Segundo ele, a decisão poderá ser revertida e o leilão poderá ser retomado em instantes.

No leilão, serão negociados 20 lotes de linhas de transmissão de energia elétrica, que deverão gerar R$ 6 bilhões em investimentos e aproximadamente 13,6 mil empregos. Há ainda a expectativa de que o consumidor venha a pagar menos pelo consumo de energia.

 

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247