Depois do fracasso do primeiro leilão, governo tenta obter R$ 1 bilhão com oferta do pré-sal

O governo tenta ‘monetizar’ ativos públicos a qualquer custa e vai repetir a mesma oferta fracassada há 2 meses, quando liberou para leilão 1,8 milhão de barris de petróleo do pré-sal; já há até um pré-edital circulando nos corredores de Brasília, que disponibiliza ‘maior flexibilidade’ de acesso às jazidas aos interessados

Depois do fracasso do primeiro leilão, governo tenta obter R$ 1 bilhão com oferta do pré-sal
Depois do fracasso do primeiro leilão, governo tenta obter R$ 1 bilhão com oferta do pré-sal

247 – O governo tenta ‘monetizar’ ativos públicos a qualquer custa e vai repetir a mesma oferta fracassada há 2 meses, quando liberou para leilão 1,8 milhão de barris de petróleo do pré-sal. Já há até um pré-edital circulando nos corredores de Brasília, que disponibiliza ‘maior flexibilidade’ de acesso às jazidas aos interessados.

“A PPSA (Pré-Sal Petróleo), responsável por representar a União nos contratos de partilha, prevê atrair competição no próximo leilão para a venda de petróleo na Bolsa de São Paulo, previsto para ocorrer entre agosto e setembro, com regras mais atrativas, disse o presidente da empresa, Ibsen Flores. Segundo o executivo, serão ofertados 1,8 milhão de barris de petróleo, mesmo volume oferecido no primeiro leilão, em maio, que não registrou lances de participantes.

(...)

O pré-edital do novo certame deverá ser publicado na próxima semana, já de acordo com nova regulamentação disciplinada em portaria do fim de junho, que permite maior flexibilidade para potenciais ofertantes buscarem valores mais justos para a compra da commodity, segundo explicou o executivo.

Leia mais aqui.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247