Depressão de Temer reduz até consumo de eletricidade

Recessão econômica do governo Michel Temer, que já deixou mais de 14 milhões de brasileiros desempregados, também derrubou o consumo de eletricidade no Brasil; retração foi de 0,4% entre 1° e 23 de maio, quando na comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)

Michel Temer, energia, setor elétrico, setor energético
Michel Temer, energia, setor elétrico, setor energético (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O consumo de eletricidade no Brasil apresentou retração de 0,4 por cento entre 1° e 23 de maio, quando na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou nesta sexta-feira a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

No mercado regulado, em que o consumidor é atendido pelas distribuidoras de energia, houve queda de 5,4 por cento devido à migração de clientes para o mercado livre de eletricidade, onde eles podem negociar contratos diretamente com geradores. Desconsiderado esse efeito, o consumo teria subido 1 por cento, disse a CCEE.

(Por Luciano Costa)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247