Devolução antecipada do BNDES é pedalada, diz associação

A devolução antecipada de R$ 180 bilhões dos empréstimos de longo prazo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o Tesouro Nacional é uma "pedalada fiscal", sendo assim "ilegal", diz a Associação dos Funcionários da Instituição de Fomento (AFBNDES); entidade se manifestou sobre o tema após confirmação de que o governo federal pediu formalmente a devolução de R$ 50 bilhões este ano e de mais R$ 130 bilhões em 2018

Data: 11/08/2011 Editoria: Novo Portal Valor Reporter: Mariane Goldberg Local: Rio de Janeiro, RJ Pauta: Fotos para o Novo Portal Valor - Novo Site Setor: Finaceiro Personagem: Predio do BNDES na Avenida Chile, 100 Tags: Banco Nacional de Desenv
Data: 11/08/2011 Editoria: Novo Portal Valor Reporter: Mariane Goldberg Local: Rio de Janeiro, RJ Pauta: Fotos para o Novo Portal Valor - Novo Site Setor: Finaceiro Personagem: Predio do BNDES na Avenida Chile, 100 Tags: Banco Nacional de Desenv (Foto: José Barbacena)

247 - A devolução antecipada de R$ 180 bilhões dos empréstimos de longo prazo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o Tesouro Nacional é uma "pedalada fiscal", sendo assim "ilegal", diz a Associação dos Funcionários da Instituição de Fomento (AFBNDES).

A entidade se manifestou sobre o tema após confirmação de que o governo federal pediu formalmente a devolução de R$ 50 bilhões este ano e de mais R$ 130 bilhões em 2018.

Em nota, a AFBNDEs afirma ainda que "a devolução dos recursos impacta diretamente no papel do BNDES enquanto banco de desenvolvimento".

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247