Dilma apresenta plano do PT para emprego e renda

"A prosperidade anunciada pelos golpistas e prometida pelos neofascistas e neoliberais era uma fake news. O Brasil parou (...). Este tormento é impulsionado por uma agenda neoliberal impiedosa e desumana", alerta a presidente deposta; "Mas o Brasil precisa saber que existem saídas para esta tragédia. O PT tem a sua proposta. Elaborou e está oferecendo à sociedade um projeto, que denominou de “Plano Emergencial de Emprego e Renda – dignidade para o povo, crescimento para o Brasil”

www.brasil247.com -


247 - A presidente deposta pelo golpe em 2016, Dilma Rousseff, publicou um texto para alertar sobre a situação de desemprego do Brasil e anunciar o plano do PT para emprego e renda, contra as medidas neoliberais colocadas em prática e que têm prejudicado principalmente os cidadãos mais pobres. Confira abaixo a íntegra de sua mensagem e o arquivo do plano do PT:

UM PLANO PARA SALVAR O BRASIL

Contra a crise, PT oferece o 'Plano Emergencial de Emprego e Renda – dignidade para o povo, crescimento para o Brasil'

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

14/08/2019 12:37

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

DILMA ROUSSEFF

O golpe de 2016 e a ascensão ao poder de um grupo de extrema-direita – neofascista no tratamento das questões sociais e perversamente neoliberal na condução da economia – levaram o Brasil a uma das maiores crises de sua história. O desastre pode ser percebido até mesmo em alguns poucos dados da realidade brasileira: 12,8 milhões de desempregados, 4,9 milhões que desistiram de procurar emprego, 7,4 milhões que estão subocupados e trabalham menos do que precisam, 25 milhões entrando na linha da pobreza extrema, 62 milhões de pessoas tão endividadas que perderam o direito de consumir, milhares de obras públicas paralisadas e projetos como o Minha Casa Minha Vida sendo abandonados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A prosperidade anunciada pelos golpistas e prometida pelos neofascistas e neoliberais era uma fake news. O Brasil parou. Até os técnicos do governo admitem que o país não vai crescer este ano, e oscilará entre a estagnação e a recessão técnica. Quem sofre mais é o trabalhador e o pobre. Este tormento é impulsionado por uma agenda neoliberal impiedosa e desumana, que se impõe no Congresso, por meio da cooptação de apoios em troca de dispendiosas emendas parlamentares, num mercado que só tem olhos para o rápido lucro financeiro, e na afoita cumplicidade da mídia tradicional.

Mas o Brasil precisa saber que existem saídas para esta tragédia. Medidas emergenciais são imprescindíveis, embora não se deva esperar que sejam fruto da iniciativa do governo. O PT tem a sua proposta. Elaborou e está oferecendo à sociedade um projeto, que denominou de “Plano Emergencial de Emprego e Renda – dignidade para o povo, crescimento para o Brasil”. São sugestões de medidas urgentes para salvar o país da absoluta inviabilidade econômica e da calamidade social, defendendo sobretudo os mais pobres, que são o alvo preferencial dos causadores da crise.

O plano do PT, cuja íntegra está publicada a seguir, prevê, entre outras medidas, a imediata criação de 3 milhões de vagas por meio de frentes de trabalho, a reativação da criação de empregos formais, a retomada de 8.239 obras públicas paralisadas, a aceleração de obras parcialmente suspensas, o reaquecimento do Minha Casa Minha Vida, o fortalecimento do Bolsa Família, a reafirmação da lei de valorização real do salário-mínimo e a correção da tabela do IR pela inflação, providência que ampliará a faixa dos isentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CLIQUE AQUI E LEIA A ÍNTEGRA DO PLANO EMERGENCIAL DE EMPREGO E RENDA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES CLICANDO NO LINK A SEGUIR

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email