Dólar abre acima de R$ 5 e nem Paulo Guedes nem Bolsonaro têm um plano contra a crise

Com o Brasil desgovernado, a cotação da moeda americana abriu cotada a R$ 5.02 no mercado futuro. Única ação do governo tem sido a venda de reservas internacionais acumuladas nos governos de Lula e Dilma

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - “Em meio às inseguranças provocadas no mercado por conta do avanço do novo coronavírus, causador do Covid-19, e que, agora, é considerado pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o dólar à vista iniciou as negociações desta quinta-feira, 12, cotado a R$ 5,0280, um aumento de 6,45% em relação ao fechamento da quarta-feira, 11 - R$ 4,7226. A expectativa do mercado é que a Bolsa tenha abertura em queda”, aponta reportagem do jornal Estado de S. Paulo.

A crise se agrava no Brasil em razão da falta de governo, uma vez que Jair Bolsonaro minimizou o impacto do coronavírus e Paulo Guedes também se mostra incapaz de enfrentar a tempestade. Até agora, a única medida adotada pela equipe econômica foi vender mais de US$ 42 bilhões das reservas acumuladas por Lula e Dilma.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email