Dólar deve desabar

China decide diversificar suas reservas aps rebaixamento da nota americana

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A China deve continuar a diversificar suas reservas estrangeiras depois que o rebaixamento do rating de crédito dos EUA pela Standard & Poor's aumentou o risco de manter muitos ativos em dólares, disse Jing Xuecheng, ex-vice-diretor do departamento de pesquisa do Banco do Povo da China (PBOC, na sigla em inglês), o banco central chinês. Segundo Jing, a situação da dívida dos EUA não melhorou fundamentalmente e ainda há riscos não resolvidos.

Ontem à noite, a S&P removeu pela primeira vez o rating AAA que os EUA detiveram por 70 anos, afirmando que o recente acordo sobre o Orçamento fechado em Washington não é suficiente para lidar com a perspectiva sombria para as finanças dos EUA no longo prazo.

"Nós devemos diversificar as reservas estrangeiras de ativos norte-americanos no longo prazo, embora esta operação não seja fácil", disse Jing, que atualmente atua como consultar do Instituto de Finanças da China, da Universidade de Pequim. Ele afirmou que a China deve olhar para outros mercados, como Europa e mercados emergentes, para buscar oportunidades de diversificação.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email