Dólar recua ante real com dados positivos da China

O dólar recuava ante o real nesta terça-feira, diante de dados favoráveis da China que animavam os investidores pela perspectiva de melhora na economia global e devolvendo parte dos ganhos da véspera, quando subiu 1%; às 10h29, o dólar recuava 0,30%, a R$ 3,272 na venda, após ter saltado 1% na sessão anterior; o dólar futuro tinha variação negativa de cerca de 0,60%

Notas de reais e dólares norte-americanos em casa de câmbio no Rio de Janeiro. 10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes
dolar
Notas de reais e dólares norte-americanos em casa de câmbio no Rio de Janeiro. 10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes dolar (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar recuava ante o real nesta terça-feira, diante de dados favoráveis da China que animavam os investidores pela perspectiva de melhora na economia global e devolvendo parte dos ganhos da véspera, quando subiu 1 por cento.

Às 10:29, o dólar recuava 0,30 por cento, a 3,2720 reais na venda, após ter saltado 1 por cento na sessão anterior. O dólar futuro tinha variação negativa de cerca de 0,60 por cento.

"Os dados positivos da China ajudam o Brasil, sobretudo nas exportações. Os números da balança comercial também vieram bons", afirmou o sócio-gestor da gestora Leme Investimentos, Paulo Petrassi.

A atividade industrial da China expandiu mais do que o esperado em dezembro diante da demanda acelerando, com a produção alcançando a máxima em quase seis anos, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

Na véspera, foi divulgado que a balança comercial brasileira encerrou 2016 com superávit recorde de 47,692 bilhões de dólares.

A moeda norte-americana chegou a abrir em alta neste pregão, acompanhando o cenário internacional e chegando à máxima do dia de 3,2931 reais, mas inverteu a tendência. O dólar saltava mias de 1 por cento frente a uma cesta de moedas nesta manhã, chegando a bater a máxima de seis dias.

O Banco Central brasileiro não anunciou nenhuma intervenção no mercado de câmbio por enquanto, estando de fora desde o último dia 13 de dezembro.

(Por Luiz Guilherme Gerbelli)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email