Dono do Madero diz que não se pode parar a economia por conta de 5 ou 7 mil pessoas que vão morrer

O empresário Júnior Durski também se posicionou contra o isolamento imposto diante da pandemia de coronavírus; vídeo

www.brasil247.com - As ações pagas pela metade envolvem 14 lojas do grupo Madero
As ações pagas pela metade envolvem 14 lojas do grupo Madero (Foto: Reprodução)


247 – Assim como Roberto Justus, o empresário Júnior Durski, dono do Madero, também se posicionou contra o isolamento social imposto por vários governos como forma de tentar deter o avanço da pandemia de coronavírus no Brasil. Durski disse que não se pode parar a economia porque 5 ou 7 mil pessoas vão morrer. Confira:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email