Dono do Madero diz que não se pode parar a economia por conta de 5 ou 7 mil pessoas que vão morrer

O empresário Júnior Durski também se posicionou contra o isolamento imposto diante da pandemia de coronavírus; vídeo

As ações pagas pela metade envolvem 14 lojas do grupo Madero
As ações pagas pela metade envolvem 14 lojas do grupo Madero (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Assim como Roberto Justus, o empresário Júnior Durski, dono do Madero, também se posicionou contra o isolamento social imposto por vários governos como forma de tentar deter o avanço da pandemia de coronavírus no Brasil. Durski disse que não se pode parar a economia porque 5 ou 7 mil pessoas vão morrer. Confira:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247