É este o mapa de atuação da Delta no Brasil?

No incio dos trabalhos da CPI do Cachoeira, abrangncia da investigao foi posta em questo: relator indicou destaque para o Centro-Oeste e desagradou parlamentares; afinal, a Delta atuava apenas no centro do pas?

É este o mapa de atuação da Delta no Brasil?
É este o mapa de atuação da Delta no Brasil? (Foto: Divulgação)

247 – A CPI do Cachoeira começou os trabalhos indicando que a ordem é restringir a abrangência da investigação. O plano de trabalho apresentado pelo relator Odair Cunha (PT-MG) destaca a região Centro-Oeste como foco da investigação da comissão, o que desagradou diversos membros da CPI, entre eles o deputado Chico Alencar (Psol-RJ) e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Segundo Cunha, seu relatório apenas destaca o Centro-Oeste e não exclui nenhuma região do País. Ao contrário das outras sugestões dos parlamentares, contudo, o relator da CPI não acatou o pedido de retirar a menção ao Centro-Oeste de seu texto. O senadora Kátia Abreu (PSD) disse que o trabalho da CPI não faria sentido sem que a investigação da Delta seja nacional, “afinal, não existe Delta do Centro-Oeste, mas de todo o Brasil”.

A aparente tentativa de restringir o espectro da CPI ao centro do País – protegendo assim o PAC e o governo federal – também não pegou bem fora do Congresso Nacional. Colunistas como Ricardo Noblat, de O Globo, e Josias de Souza, da Folha de S.Paulo, criticaram o artifício. “Ao listar os depoentes que deseja inquirir, Odair incluiu apenas o ex-diretor da Delta para o Centro-Oeste, Cláudio Abreu. Ele seria ouvido em 29 de maio. O relator não fez menção a Fernando Cavendish, dono da Delta”, destacou Josias.

“O plano confirma a estratégia dos governistas de limitar as investigações às operações da empresa no Centro-Oeste e no esquema de Cachoeira, deixando de fora os governadores, Marconi Perillo (PSDB-GO), Agnelo Queiroz (PT-DF) e Sérgio Cabral (PMDB-RJ)”, criticou Noblat. Apesar da blindagem do primiero dia de trabalho, Cunha acatou à sugestão dos parlamentares de não restringir as investigações a governos estaduais, como seu texto indicava.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247