É lucro de banco mesmo

O BNDES registra em 2010 um resultado recorde, de R$ 10 bilhes, e ombreia com as instituies financeiras privadas



AE - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou um lucro líquido de R$ 9,9 bilhões no exercício de 2010, o que representa um aumento de 47,2% em relação ao obtido em 2009, de R$ 6,7 bilhões. O resultado não fica nada a dever aos das instituições privadas, como Bradesco e ItauUnibanco, que registraram ganhos superiores a R$ 10 bilhões. Em nota divulgada hoje, o BNDES informou que os principais fatores que contribuíram para seu desempenho em 2010 foram a Receita com Reversão para Risco de Crédito, de R$ 2,9 bilhões; o crescimento do Resultado com Participações Societárias em R$ 2,2 bilhões (54,4%); e a expansão do Produto Bruto de Intermediação Financeira em R$ 1,2 bilhão (20,9%).

De acordo com o BNDES, a reversão de provisões em 2010, ante 2009, teve impacto positivo sobre o resultado do banco, em função da recuperação de créditos, no valor de R$ 2,3 bilhões. No exercício de 2009, o BNDES havia contabilizado uma despesa com provisão para risco de crédito de R$ 6 milhões. O BNDES informou ainda que o crescimento do Resultado com Participações Societárias, no ano passado, decorreu, principalmente, do acréscimo de 179,5% do resultado com alienações, que passou de R$ 1,2 bilhão em 2009 para R$ 3,2 bilhões em 2010. Este aumento foi possível em função de melhora nas condições de mercado no ano passado, quando comparado a 2009 o que possibilitou a realização de operações de giro da carteira de participações societárias.

Quanto ao Produto Bruto de Intermediação Financeira em 2010, seu crescimento foi influenciado, principalmente, pela expansão da carteira de crédito e de títulos e valores mobiliários. O BNDES conseguiu atingir um desempenho financeiro compatível com suas atividades de banco de desenvolvimento, alcançando uma carteira de crédito de cerca de R$ 362 bilhões, 27,5% superior à do final do ano anterior.

Patrimônio líquido

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O BNDES totalizou um patrimônio líquido de R$ 65,9 bilhões em 31 de dezembro de 2010, informou hoje o banco, em nota à imprensa. O patrimônio líquido corresponde a um patrimônio de referência de R$ 83,1 bilhões, valor superior aos R$ 54 bilhões de 2009. O patrimônio de referência (PR) é a base utilizada pelo Banco Central para definir limites prudenciais que devem ser seguidos por todas as instituições financeiras. Quanto maior for o patrimônio de referência do BNDES, maior sua capacidade de conceder financiamento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o banco, o crescimento do Patrimônio de Referência em 2010 resultou, basicamente, da avaliação a valor justo da carteira de participações societárias em empresas não coligadas (aquelas nas quais a BNDESPar não exerce influência na gestão) em conformidade com o processo de convergência contábil internacional. O índice de adequação de capital (índice de Basileia) registrado pelo sistema BNDES foi de 18,6%, uma situação confortável em relação aos 11% exigidos pelo Banco Central.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na nota, o BNDES informou também que a inadimplência representou 0,15% da carteira total, queda em relação aos 0,20% registrados no balanço de dezembro de 2009. A carteira do Banco é composta com 98,5% do total dos créditos concedidos classificados entre os níveis de risco AA e C em 31 de dezembro de 2010, qualidade superior à média do Sistema Financeiro Nacional, que era de 92 6% na mesma data. O banco ressalta que a qualidade de crédito é resultado da consistência de suas políticas. "Os financiamentos concedidos pelo BNDES são objeto de contínuo acompanhamento e demandam garantias que cubram a posição devedora ao longo da vida dos contratos", diz na nota.

fonte: Agência Estado

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email