Eduardo Moreira: Guedes é absolutamente problemático em termos psicológicos

À TV 247, o economista Eduardo Moreira contou como foi trabalhar no mesmo banco em que o atual ministro da Economia, Paulo Guedes. “Quando o pessoal falava do Guedes era assim: ‘cuidado com esse cara. É mega vaidoso, super bruto’”, relatou. Assista

Eduardo Moreira e Paulo Guedes
Eduardo Moreira e Paulo Guedes (Foto: Brasil 247 | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O economista Eduardo Moreira contou à TV 247 que já trabalhou no passado no mesmo banco que o atual ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo Moreira, Guedes era visto por todos como uma pessoa rude e de rompantes.

“Paulo Guedes é um cara, na minha cabeça, absolutamente problemático em termos psíquicos, psicológicos. Esse cara sempre teve uma fama no mercado financeiro. Ele trabalhava no banco onde eu entrei e ele tinha fama de ser uma pessoa extremamente rude com os outros, extremamente vaidosa”, relatou Eduardo Moreira, durante participação no programa Boa Noite 247. 

“No banco onde eu trabalhava, no Pactual, tinha o andar 28 e o 27. No porão do navio ficava o pessoal do back office [retaguarda] e no 28 a mesa de operações. Então ele sempre se referia ao ‘pessoal lá de baixo’ e o ‘pessoal lá de cima’. E quando o pessoal falava do Guedes era assim: ‘cuidado com esse cara. O cara é mega vaidoso, super bruto’. Então ele sempre foi um cara que nunca despertou nas outras pessoas nenhum sentimento fraterno”, falou.

Eduardo Moreira também afirmou que Guedes só se segura no cargo apesar de não ter feito nada de produtivo na economia brasileira pelo interesse dos bancos. “Eles tendo o Paulo Guedes lá, eles não têm nenhum intermediário, eles têm um deles”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247