Elon Musk supera Bill Gates e se torna o segundo homem mais rico do mundo

Dono da Tesla agora tem US$ 127,9 bilhões e só fica atrás de Jeff Bezos, da Amazon

(Foto: REUTERS/Brian Snyder)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Bloomberg - O ano de subidas vertiginosas de Elon Musk atingiu um novo ápice na segunda-feira, quando o cofundador da Tesla Inc. ultrapassou Bill Gates para se tornar a segunda pessoa mais rica do mundo.

O patrimônio líquido do empresário de 49 anos disparou de US $ 7,2 bilhões para US$ 127,9 bilhões, impulsionado por mais um aumento no preço das ações da Tesla. Musk acrescentou US $ 100,3 bilhões ao seu patrimônio líquido este ano, o maior valor do Bloomberg Billionaires Index, uma classificação das 500 pessoas mais ricas do mundo. Em janeiro, ele ficou em 35º lugar.

Seu avanço na classificação de riqueza foi impulsionado em grande parte por Tesla, cujo valor de mercado está se aproximando de US$ 500 bilhões. Cerca de três quartos de seu patrimônio líquido é composto de ações da Tesla, que são avaliadas mais de quatro vezes mais do que sua participação na Space Exploration Technologies Corp., ou SpaceX.

O marco de Musk marca apenas a segunda vez nos oito anos de história do índice que o cofundador da Microsoft Corp., Gates, fica abaixo do segundo lugar. Ele ocupou o primeiro lugar por anos antes de ser ultrapassado pelo fundador da Amazon.com Inc. Jeff Bezos em 2017. O patrimônio líquido de Gates de US$ 127,7 bilhões seria muito maior se ele não tivesse doado tão prodigiosamente para a caridade ao longo dos anos. Ele doou mais de US$ 27 bilhões para sua fundação homônima desde 2006.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247