Em crise, Cisco demite

Empresa faz cortes no mundo todo e vende usina no Mxico para economizar US$ 1 bilho por ano. Em abril, parou de fabricar equipamentos para o grande pblico

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A companhia de equipamentos de telecomunicação e informática Cisco anunciou a supressão de 6,5 mil postos. O número corresponde a 9% de seu efetivo e aproximadamente 15% de seus dirigentes. Esse processo – que vai atingir o mundo todo e todas as funções - faz parte de um plano de economia de 1 bilhão de dólares por ano. A Cisco também anunciou a venda a Foxconn de uma usina que emprega 5 mil pessoas em Ciudad Juarez, no México.

Os empregados que tiverem seus empregos suprimidos nos Estados Unidos e no Canadá serão prevenidos durante a primeira semana de agosto. O restante será informado na sequência.

Há um ano a companhia tem apresentado resultados decepcionantes. Para cortar gastos, a Cisco decidiu se focar em equipamentos de rede e assim, se afastar do grande púlico. Nessa perspectiva, em abril ela parou de fabricar as câmeras portáteis de vídeo Flip – demitindo 550 pessoas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email