Em meio ao aumento dos preços dos alimentos, Bolsonaro diz que não vai interferir na economia "de jeito nenhum"

“Não vamos interferir no mercado de jeito nenhum, não existe canetaço para resolver o problema da economia”, afirmou Jair Bolsonaro. Segundo ele, parte da alta inflacionária se deve ao auxílio emergencial, que resultou em "um pequeno aumento no consumo"

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro afirmou que o governo não irá interferir no mercado "de jeito nenhum" apesar da alta inflacionária no preço dos alimentos. “Não vamos interferir no mercado de jeito nenhum, não existe canetaço para resolver o problema da economia”, disse. 

A declaração de Bolsonaro foi feita nesta quarta-feira (9) poucas horas após um  órgão do Ministério da Justiça notificar empresas do setor para explicarem o aumento dos preços e de uma reunião com representantes do setor supermercadista. 

“Conversei com duas autoridades dos supermercados, tá? Na ponta da linha, o preço chega pra eles, e eles estão se empenhando para reduzir o preço da cesta básica, que dado ao auxílio emergencial, houve um pequeno aumento no consumo. Houve mais exportação por causa do dólar também, sabemos disso aí”, disse Bolsonaro de acordo com reportagem do jornal O Globo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email