Embraer perde US$ 77 milhões depois de ser entregue por Bolsonaro à Boeing

A Embraer registrou prejuízo de US$ 77,2 milhões no terceiro trimestre, de acordo com resultado divulgado nesta terça-feira. O governo Jair Bolsonaro entregou a empresa para a Boeing, num acordo superior a US$ 4 bilhões. Entreguismo já dá sinais de fracasso

(Foto: Marcos Correa/PR | Reuters)

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer (EMBR3.SA) registrou prejuízo de 77,2 milhões de dólares no terceiro trimestre, de acordo com resultado divulgado nesta terça-feira, que foi afetado por custos relacionados à finalização de um acordo de 4,2 bilhões de dólares com a Boeing (BA.N).

A fabricante brasileira de aeronaves disse que o acordo na área de aviação comercial de passageiros com a Boeing, que deve ser concluído no início de 2020, representou custos de 34,8 milhões de dólares no trimestre.

O maior escrutínio coloca nova pressão sobre o plano da Boeing de ficar com uma participação de 80% em uma nova empresa com o controle da divisão de aviação comercial e de serviços da Embraer.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247