Equipe econômica de Bolsonaro e Guedes atua para privatizar Banco do Brasil

Dando continuidade à política neoliberal, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe esrão colocando em sua agenda a realização de um processo que pode levar à privatização do Banco do Brasil (BB)

(Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

247 - A privatização do Banco do Brasil é uma das metas do governo neoliberal de Jair Bolsonaro e pode ocorrer até o fiim do mandato, em 2022. 

O tema já é alvo de discussões dentro do governo, informa O Globo. "A privatização do BB chegou a ser abordada durante reunião do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), o braço de privatizações do governo federal, há duas semanas", conforme reportagem publicada na edição desta terça-feira (3).

O presidente da instituição, Rubem Novaes, é um dos grandes defensores da medida dentro do governo. Ele já chegou a afirmar que a privatização do Banco do Brasil será inevitável. 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já mandou emissáriios fazerem sondagens no Congresso Nacional para sentitr a repercussão que as privatizações, entre elas a do Banco do Brasil, teriam no meio parlamentar. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247