Eslovênia pode ser o próximo Chipre

O ministro das Finanças, Uros Cufer, garante que não. Mas quando os boatos começam, um ataque especulativo pode ser iminente

Eslovênia pode ser o próximo Chipre
Eslovênia pode ser o próximo Chipre
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Marja Novak e Zoran Radosavljevic

LJUBLJANA, 29 Mar (Reuters) - A Eslôvenia não será o próximo membro da zona do euro a precisar de um resgate financeiro, na medida em que pode esperar por taxas menores de empréstimo antes de fazer nova emissão de dívida, disse o ministro das Finanças do país, Uros Cufer.

Era grande a expectativa de que o novo governo de centro-esquerda buscaria levantar recursos no mercado financeiro logo após assumir o país em 20 de março, mas isso não ocorreu porque os custos de captação dispararam devido à crise no Chipre.

Investidores têm apostado que a Eslovênia, outro pequeno membro da zona do euro com uma população de 2 milhões de pessoas, também precisará de um resgate para manter seus bancos e economia em dia.

Na semana passada, Chipre se tornou o quinto membro do bloco de moeda única a receber ajuda financeira de Bruxelas para sobreviver a uma crise da dívida regional.

Ao passo que os bancos da Eslovênia também estão em dificuldade, o setor é menor que no Chipre e não tem exposição à tóxica dívida grega.

"Não vamos precisar de um resgate neste ano", disse Cufer. "Estou calmo."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email