CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Espanhóis disputam ajuda com imigrantes

Com a crise econmica, uma em cada cinco pessoas esto em nvel de pobreza na Espanha. Profissionais entre 20 e 40 anos, que antes tinham casas e bons salrios, integram a lista

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 com agências internacionais - A crise econômica está causando uma mudança social radical na Espanha. Segundo informações da BBC, uma de cada quatro famílias não tem dinheiro o suficiente para saldar as dívidas no fim do mês. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), mais de um em cada cinco espanhóis - 21% da população, ou cerca de 10 milhões de pessoas - era classificado como pobre em julho. Analistas estimam que este índice chegue a 22% até o fim do ano. Em 1991, era de 14%. São considerados pobres pessoas com renda familiar abaixo de 570 euros mensais. As famílias com renda inferior a 215 euros fazem parte da pobreza extrema.

Em 2009 havia 4% das famílias com todos os integrantes desempregados. No primeiro trimestre de 2011, a taxa alcançou 11%. Entre elas, trabalhadores entre 20 e 40 anos, alguns com formação profissional, que antes da crise tinham imóveis e bons salários.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a área de assistência social da igreja Católica, nas décadas passadas a Cáritas ajudava indigentes, ciganos e imigrantes sem família na Espanha. Agora, estas ajudas se dividem entre imigrantes (60%) e espanhóis (40%).

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO