EUA registram 1,1 mi de novos pedidos de auxílio-desemprego em uma semana

Na semana passada, os novos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA totalizaram 1,186 milhão, contra 1,435 milhão na semana anterior. Dados apontam para uma estagnação do mercado de trabalho norte-americano em meio ao ressurgimento de novos casos de Covid-19

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O número de norte-americanos que pediram auxílio-desemprego caiu na semana passada, mas permaneceu significativamente alto, sugerindo que o mercado de trabalho está estagnando enquanto o país luta contra o ressurgimento de novos casos de Covid-19 que ameaçam uma recuperação econômica.

Os novos pedidos de auxílio-desemprego totalizaram 1,186 milhão em dado com ajuste sazonal na semana encerrada em 1º de agosto, em comparação com 1,435 milhão na semana anterior, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam 1,415 milhão de novos pedidos.

Os casos de coronavírus dispararam em todo o país no mês passado, forçando as autoridades em algumas das áreas mais afetadas no oeste e no sul a fechar empresas novamente ou a interromper as reaberturas, mandando os trabalhadores de volta para casa. Embora as infecções tenham diminuído cerca de 5% no país, aumentaram na semana passada em Oklahoma, Montana, Missouri e 17 outros Estados.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247