Ex-secretário do Tesouro, Mansueto Almeida será economista-chefe no BTG Pactual, fundado por Paulo Guedes

Mansueto comandou o Tesouro Nacional no governo Michel Temer e foi mantido no cargo por Jair Bolsonaro. Segundo o banco BTG, o início na função está previsto para meados de janeiro de 2021

Mansueto Almeida
Mansueto Almeida (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters com 247 - O ex-secretário do Tesouro Mansueto Almeida será o novo economista-chefe do BTG Pactual, com início na função previsto para meados de janeiro de 2021, informou a assessoria de imprensa da instituição nesta segunda-feira.

Segundo o BTG, Mansueto também será sócio do banco após cumprido o período de quarentena do serviço público.

Mansueto comandou o Tesouro Nacional no governo Michel Temer, a partir de 2018, e foi mantido no cargo após o presidente Jair Bolsonaro assumir. Antes disso, respondia pela Secretaria de Acompanhamento Fiscal do Ministério da Fazenda.

Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Mansueto chegou a atuar na campanha de Aécio Neves (PSDB-MG) nas eleições de 2014 na elaboração do programa econômico do tucano.

Sua saída do governo era dada como certa desde o fim do ano passado, mas só foi anunciada em junho. Em seu lugar no Tesouro assumiu o economista Bruno Funchal, em 15 de julho.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi um dos fundadores do banco de investimentos BTG Pactual, que hoje é comandado por André Esteves. Em julho, o BTG Pactual se envolveu numa operação de legalidade duvidosa, ao comprar do Banco do Brasil uma carteira de créditos de R$ 2,9 bilhões por R$ 371 milhões

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247