FMI prevê forte recessão no Brasil e dívida pública de 100% do PIB

O FMI (Fundo Monetário Internacional) prevê queda de 5,8% na economia brasileira em 2020 e que a dívida pública bruta ficará próxima a 100% do PIB

Logo do Fundo Monetário Internacional (FMI) é visto em sede, em Washington
Logo do Fundo Monetário Internacional (FMI) é visto em sede, em Washington (Foto: REUTERS/Yuri Gripas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Fundo Monetário Internacional afirma que o Brasil deve registrar uma queda do produto interno bruto de 5,8% neste ano. “Com o auxílio emergencial reduzido à metade nos últimos quatro meses, espera-se que a recuperação do consumo privado seja apenas moderada no segundo semestre de 2020.”

Para o Fundo, devido ao “forte aumento do déficit primário”, a dívida pública bruta ficará próxima a 100% do PIB neste ano e continuará elevada no médio prazo.

Embora o FMI ressalte que a recessão neste ano poderá ser menos aguda do que o projetado, há riscos significativos para o nível de atividade do País, informa O Estado de S.Paulo.

O FMI recomenda que o Brasil mantenha a política de teto de gastos e afirma que será necessária “significativa” consolidação das contas públicas para eliminar o déficit primário, o que é avaliado como necessário para estabilizar o nível da dívida pública no médio prazo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247