Freire: Escândalo de Eike pode ser pior que mensalão

"Pelas relações promíscuas e eivadas de corrupção, pelas facilidades com que esse empresário circulava nas hostes governistas, este escândalo poderá ser maior do que do mensalão, nestes tempos lulopetistas. É preciso que as oposições exijam apuração deste caso", defendeu o presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP)

Freire: Escândalo de Eike pode ser pior que mensalão
Freire: Escândalo de Eike pode ser pior que mensalão

247 - Presidente nacional do PPS, o deputado federal Roberto Freire (SP) disse nesta segunda-feira que o caso envolvendo as relações do governo federal com o bilonário Eike Batista pode ser maior do que o escândalo do 'mensalão', como ficou conhecido o esquema de corrupção montado no governo Lula para comprar apoio de parlamentares da base aliada.

Freire defende a união dos partidos de oposição para exigir investigação em todas as instâncias sobre Eike e seus negócios com o governo Lula. "Pelas relações promíscuas e eivadas de corrupção, pelas facilidades com que esse empresário circulava nas hostes governistas, este escândalo poderá ser maior do que do mensalão, nestes tempos lulopetistas. É preciso que as oposições exijam apuração deste caso", disse Freire.

Segundo o deputado, foi graças ao patrocínio do ex-presidente Lula que Eike foi elevado a "símbolo de capitalista dos tempos de ouro do governo petista". Freire quer apuração dos contratos do empresário com a Petrobras sejam apurados, assim como o pretenso uso do BNDES para beneficiar onze empresas do grupo EBX, com o empréstimo de R$ 10 bilhões. "O BNDES é apenas um instrumento desse colossal escândalo que, se for apurado com rigor, poderá abalar a República", defende Freire.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247