Gaspari: Temer não trouxe a pacificação, trouxe o caos

"Na Presidência, o doutor e sua caravana de sábios decidiram torrar dinheiro da Viúva com uma campanha publicitária essencialmente política, falando bem de si e mal do governo de sua antecessora e companheira de chapa", diz o colunista Elio Gaspari, ao comentar a peça sobre "tirar o Brasil do vermelho"; segundo ele, Temer "inventa encrencas, deforma temas e produz fantasmas"

São Paulo - SP, 30/09/2016. Presidente Michel Temer, durante Solenidade de Abertura da 8ª edição do Exame Fórum. Foto: Beto Barata/PR
São Paulo - SP, 30/09/2016. Presidente Michel Temer, durante Solenidade de Abertura da 8ª edição do Exame Fórum. Foto: Beto Barata/PR (Foto: Leonardo Attuch)

247 – O colunista Elio Gaspari avalia que o presidente Michel Temer trouxe uma gestão caótica ao País, embora tenha prometido pacificação.

"Na Presidência, o doutor e sua caravana de sábios decidiram torrar dinheiro da Viúva com uma campanha publicitária essencialmente política, falando bem de si e mal do governo de sua antecessora e companheira de chapa", escreveu Gaspari, ao comentar a campanha sobre 'tirar o Brasil do vermelho'.

"Ao pisar no Planalto, Temer demitiu um garçom e agora vangloriou-se de ter extinguido '4.200 cargos de confiança'. Na realidade, em junho, ele prometeu cortar os cargos comissionados, mas, entre junho e julho, demitiu 5.500 servidores e contratou 7.200", diz ele. "Atitudes desse tipo nada têm a ver com pacificação ou reunificação." 

Segundo Gaspari, o governo Temer inventa encrencas, deforma temas e produz fantasmas. "Na hora da onça beber água, acha que seu problema é de comunicação e decide fazer uma campanha publicitária para que o povo, esse eterno bobalhão, aprenda o que é melhor para ele."

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247