Gerdau: Setor está preocupado com desindustrialização

Presidente da companhia, Andr Gerdau Johannpeter afirma que a preocupao parte de todos da cadeia do ao

Gerdau: Setor está preocupado com desindustrialização
Gerdau: Setor está preocupado com desindustrialização (Foto: Jose Cruz/Agencia Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O presidente da Gerdau, André Gerdau Johannpeter, disse nesta segunda-feira que o setor de aço está preocupado com a desindustrialização no Brasil e na América Latina. "Todos nós da cadeia do aço estamos preocupados com a desindustrialização. Todo o continente América Latina perde no momento. Existe extrema dificuldade", disse o executivo, durante o Congresso Latino-Americano de Siderurgia, que acontece no Rio de Janeiro.

O executivo elencou como vilões no Brasil o câmbio valorizado, os juros elevados e a alta tributação. Ele deu destaque negativo para a guerra fiscal entre Estados, que baixam o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) "de modo a incentivar as importações". Johannpeter afirmou, porém, que a previsão da indústria do aço ainda é de crescimento para o ano que vem.

No mesmo evento, o presidente da Associação Latino-Americana do Aço (Alacero, na sigla em espanhol, antigo Ilafa), Daniel Novegil, que é presidente da argentina Ternium, também cobrou o fortalecimento da indústria na região. "É o momento de promover uma política para o desenvolvimento da indústria", disse. Novegil ressaltou que a América Latina tem ajudado a sustentar a expansão da economia global e chamou a recuperação das economias dos Estados Unidos e da Europa de "anêmica".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email