Bolsonaro faz gesto importante à China e decide não excluir país do 5G

O governo brasileiro decidiu não impor qualquer tipo de restrição aos chineses em leilões na política da tecnologia 5G no Brasil

Xi Jinping
Xi Jinping (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em uma reviravolta, o governo de Jair Bolsonaro decidiu atender a um importante pedido da China e não excluir o país asiático dos leilões do setor da tecnologia 5G no Brasil.

Trata-se de uma das principais reivindicações da China ao Brasil, que vem sendo articulada há bastante tempo junto a autoridades do governo federal. A decisão vai ser divulgada nas próximas horas no Diário Oficial, segundo informações da CNN.

O Palácio do Planalto faz o importante gesto aos chineses num momento em que os dois países se reaproximam, depois da venda de insumos da China ao Brasil para a produção da vacina CoronaVac, contra a Covid-19, e da ajuda do governo chinês aos brasileiros no combate à pandemia.

A diplomacia chinesa vinha reagindo junto ao Itamaraty a ataques feitos por Bolsonaro e pelo seu filho Eduardo Bolsonaro em relação ao 5g chinês, como a fake news de que a China faria espionagem com a tecnologia. O presidente brasileiro também fez seguidos ataques preconceituosos aos chineses, ao longo dos dois anos de governo, mesmo depois do início da produção da vacina CoronaVac.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email