HOME > Economia

Governo Lula decide voltar com 75% de tributos sobre gasolina e Petrobrás vai mudar distribuição de dividendos

Com a volta da cobrança de tributos a partir de quarta (1º), a Petrobras fez uma redução no preço da gasolina e do diesel para amenizar o impacto sobre o valor do produto

Luiz Inácio Lula da Silva e Petrobrás (Foto: Ricardo Stuckert | Reuters)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decidiu pelo retorno da cobrança de 75% de tributos sobre a gasolina e de 21% sobre etanol a partir desta quarta-feira (1°). Os tributos que voltam a ser cobrados sobre esses combustíveis são: PIS, Cofins e Cide.

Segundo o jornalista Valdo Cruz, do G1, além desta decisão, a  Petrobras não vai mais seguir a política de distribuição de dividendos astronômicos adotada durante o governo Bolsonaro.

A ideia é que seja mantida uma distribuição dentro das regras de mercado, mas deixando uma parcela importante para investimentos, principalmente na área de transição energética e também para a empresa cumprir sua função social.

A Petrobrás anunciou nesta terça-feira (28) uma redução de 3,92% no preço da gasolina e de 1,95% no diesel para amenizar o impacto sobre o valor do produto com a volta dos tributos. 

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que detalhará ainda nesta terça-feira, em entrevista coletiva a partir das 19 horas, as medidas de reoneração dos combustíveis. 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: