Guinada histórica: Arábia Saudita deve fechar venda de petróleo em yuan à China

As vendas podem aumentar o prestígio da moeda chinesa e reduzir a hegemonia do dólar, criando o petroyuan

www.brasil247.com - (211231) -- BEIJING, Dec. 31, 2021 (Xinhua) -- Chinese President Xi Jinping delivers his 2022 New Year Address through China Media Group and the Internet on New Year's eve. (Xinhua/Ju Peng)
(211231) -- BEIJING, Dec. 31, 2021 (Xinhua) -- Chinese President Xi Jinping delivers his 2022 New Year Address through China Media Group and the Internet on New Year's eve. (Xinhua/Ju Peng) (Foto: Ju Peng)


247 – "A Arábia Saudita está em intensas negociações com Pequim para fixar o preço de parte de suas vendas de petróleo para a China em yuans, disseram fontes. A iniciativa reduziria a hegemonia do dólar sobre o mercado global de petróleo e marcaria mais uma guinada do maior exportador mundial de petróleo em direção à Ásia", aponta reportagem de Summer Said e Stephen Kalin, na Dow Jones, publicada pelo Valor Econômico.

"A China compra mais de 25% do petróleo exportado pela Arábia Saudita. Se o produto for negociado em yuans, essas vendas aumentarão o prestígio da moeda chinesa. Os sauditas também estudam incluir contratos futuros denominados em yuans, conhecidos como petroyuans, no modelo de fixação de preços da estatal Saudi Arabian Oil Co, conhecida como Aramco", escrevem ainda os jornalistas.

"Para a Arábia Saudita, fixar parte de sua exportação de 6,2 milhões de barris/dia em qualquer outra moeda que não dólares representaria uma mudança profunda. A maior parte das vendas globais de petróleo - cerca de 80% - é realizada em dólares, e os sauditas negociam petróleo exclusivamente em dólares desde 1974, por meio de um acordo com o governo Richard Nixon que incluiu garantias de segurança para o país", acrescentam.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ontem, a informação foi antecipada pelo correspondente internacional Pepe Escobar:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email