Haddad: Banco do Brasil vai financiar exportações para a Argentina

"Estamos defendendo uma nova engenharia, que não seja o pagamento em moedas locais, mas que não chegue ao estágio de unificação monetária", disse o ministro da Fazenda

www.brasil247.com - Fernando Haddad (à esq.) e o ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa
Fernando Haddad (à esq.) e o ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa (Foto: Ricardo Stuckert)


247 - O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta segunda-feira (23) que o Banco do Brasil (BB) financiará exportações para a Argentina, com garantias soberanas dos dois países. De acordo com o titular da pasta, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva criará um fundo garantidor para alongar o prazo do financiamento. As declarações do ministro foram publicadas pelo jornal O Globo

Ao falar sobre a decisão, o ministro esclareceu que os governos brasileiro e argentino não estão discutindo uma moeda única, como é o caso do euro. "Não estamos defendendo moeda única. Nós estamos defendendo uma nova engenharia, que não seja o pagamento em moedas locais, mas que não chegue ao estágio de unificação monetária", disse em entrevista à imprensa, em Buenos Aires, capital da Argentina.

>>> Dino determina abertura de inquérito para investigar possível genocídio de yanomamis

Em relação ao financiamento do BB, o ministro disse que é preciso "encontrar uma forma que dê garantias não apenas para os exportadores, mas também para o Brasil e para o Banco do Brasil em particular, que vai financiar as exportações por emissão de carta de crédito". "(Que) dê garantias que no topo das relações comerciais estarão dois países garantindo seus créditos com base em algum ativo real e conversível", continuou. 

Haddad afirmou que o fundo garantidor irá assumir o risco de convertibilidade de peso em real. "O Banco do Brasil não vai tomar risco nenhum dessa operação de crédito para exportação. Nós vamos ter um fundo garantidor soberano, que vai garantir as cartas de créditos emitidas pelo Banco do Brasil para exportadores brasileiros. Nem o banco argentino que tiver financiando o importador, nem o Banco do Brasil que estiver garantindo exportador, estão envolvidos no risco", complementou.

>>> Lula e Fernández assinam declaração conjunta que menciona "criar moeda de circulação sul-americana"

O ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa, disse que o Banco de La Nación irá garantir as operações para as empresas do seu país. "O Banco do Brasil assume compromisso com empresas brasileiras, Banco de La Nación assume compromisso com empresas argentinas".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247