Incerteza derruba indicador de emprego da FGV

O crescimento da incerteza provocado pela atual crise política e uma recuperação econômica mais lenta do que o esperado jogaram para baixo o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp), da FGV, em maio. O índice recuou 1,2 ponto no mês, na comparação com abril, para 99,3 pontos. Foi a primeira queda desde dezembro

Michel Temer e Henrique Meirelles
Michel Temer e Henrique Meirelles (Foto: Leonardo Attuch)

247 – A incerteza política provocada pela permanência de Michel Temer no poder derrubou os indicadores antecedentes de emprego da Fundação Getúlio Vargas, indicando que o desemprego pode crescer ainda mais.

"O crescimento da incerteza provocado pela atual crise política e uma recuperação econômica mais lenta do que o esperado jogaram para baixo o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp), da FGV, em maio. O índice recuou 1,2 ponto no mês, na comparação com abril, para 99,3 pontos. Foi a primeira queda desde dezembro. Caso o cenário de indefinição continue pelos próximos meses haverá quedas mais fortes, prevê o economista do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) Fernando Holanda Barbosa Filho. Para ele, a tendência de recuperação do emprego foi colocada em xeque", informa o jornalista Robson Sales, no Valor.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247