Inflação dos serviços atinge o maior nível em 8 anos, diz IBGE

De acordo com o instituto, as passagens aéreas foram o principal motivo para o aumento da inflação no setor de serviços

www.brasil247.com - Querosene sobe e passagens aéreas devem 'decolar'
Querosene sobe e passagens aéreas devem 'decolar' (Foto: Rovena Rosa/ABr)


247 - A inflação dos serviços no Brasil aumentou 0,80% de junho para julho, a maior alta em 12 anos no País para o setor, de acordo com números divulgados nesta terça-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A informação foi publicada nesta terça pelo portal G1

O gerente da Coordenação Índices de Preços do IBGE, Pedro Kislanov, afirmou que as passagens aéreas foram o principal motivo para o aumento da inflação no setor de serviços. A inflação de viagens de transporte aéreo diminuiu de 11,32% em junho para 8,02% em julho, mas, em 12 meses, aumentou 77,68%, a mais alta entre os serviços pesquisados pelo IBGE.

"A demanda tem pressionado muito a alta de preços dos serviços, principalmente daqueles relacionados ao turismo. Isso, claramente, está relacionado à retomada do consumo das famílias", apontou o gerente da Coordenação Índices de Preços do IBGE, Pedro Kislanov.

O País teve deflação de 0,68%, mas continuou com a inflação acima dos 10% - a meta do Conselho Monetário Nacional (CMN) é de 3,5%. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email