Investimento da Petrobrás em 2011 deve repetir o de 2010

De janeiro a setembro, aportes da estatal somaram R$ 50,8 bi, 10% menores que em igual perodo de 2010

Investimento da Petrobrás em 2011 deve repetir o de 2010
Investimento da Petrobrás em 2011 deve repetir o de 2010 (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O total de investimentos a ser feito pela Petrobrás ao longo de 2011 deve ficar em patamares semelhantes aos registrados no ano passado, afirmou nesta quarta-feira, 16, o diretor Financeiro e de Relações com Investidores da estatal, Almir Barbassa. Caso a projeção se confirme, a companhia não deverá atingir o investimento previsto de R$ 84,7 bilhões para este ano. Em 2010, os aportes da companhia somaram R$ 76,4 bilhões.

No acumulado de janeiro a setembro, os investimentos realizados pela estatal somaram R$ 50,8 bilhões, aproximadamente 10% inferiores ao aporte de R$ 56,5 bilhões realizado no mesmo período do ano passado.

Barbassa também afirmou, durante teleconferência com analistas, que apenas no médio e no longo prazo é que a companhia irá saber se os ajustes de preços anunciados na semana passada serão suficientes. Na última sexta-feira, quando divulgou o balanço referente ao terceiro trimestre, a companhia aproveitou para anunciar aumento de 10% nos preços da gasolina e 2% no valor do diesel, que valerá a partir do início de novembro.

"O ajuste tem que ser visto em um contexto mais de longo prazo, não podemos ver se ele irá resolver todas as diferenças nesse momento", disse o executivo.

Produção

A Petrobrás acredita que nos últimos meses do ano o pico de produção diária da companhia deverá chegar a 2,2 milhões de barris por dia (bpd). "As unidades que pararam voltarão a operar e teremos um adicional de produção e também um número maior de sondas, que serão capazes de furar mais poços", afirmou executivo da área de E&P das estatal, Eduardo Molinari.

Para os meses de novembro e dezembro a companhia afirmou que serão conectados 16 poços, com um potencial de produção total de 175 mil barris por dia. Assim, a direção da estatal mantém a meta para o ano de produzir 2,1 milhões de bpd de petróleo no Brasil, com variação de 2,5% para cima ou para baixo, o que significa uma meta entre 2,050 milhões e 2,150 milhões de bpd.

Para o próximo ano, a companhia trabalha com a perspectiva de adição de 414 mil bpd de petróleo, proveniente em grande parte da produção do piloto de Guará e de Roncador. No entanto, a companhia não divulgou uma projeção para a produção em 2012.

Paralisações

O diretor Financeiro e de Relações com Investidores da estatal, Almir Barbassa, afirmou que a Petrobrás está preparada para eventuais paralisações nas atividades realizadas por funcionários. Os trabalhadores da companhia ameaçam entrar em greve caso as negociações com os petroleiros não avancem. "A Petrobrás tem preparação contingencial para essas situações. Para eliminar qualquer prejuízo de produção", destacou o executivo.

A possibilidade de uma greve ter início ainda nesta quarta-feira foi descartada por Barbassa. "A última informação é de que não acontecerá mais nesta quarta ou quinta, conforme estava programada. Ela foi adiada, mas não eliminada", destacou o executivo, sem dar detalhes da origem da informação. Barbassa também não concedeu detalhes sobre o plano de contingência da estatal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email