Itaú, o mais sustentável do planeta?

Em reao a um corte de 3,5 mil postos de trabalho, demitidos atacam campanha publicitria do banco das famlias Setbal e Moreira Sales

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pelo menos 350 bancários realizaram hoje, em São Paulo, ato de protesto contra demissões na categoria. O alvo foi o Banco Itaú, que, de acorco com o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região tem realizado demissões acima da média. Recentemente, o banco demitiu trabalhadores do setor de compensação em Campinas, no interior paulista, que aos poucos passa a ser eletrônica.

A manifestação teve cruzes e um caixão, além de uma banda que passou a manhã tocando a Marcha Fúnebre. De acordo com Juvândia Moreira, presidente do sindicato, as condições de trabalho dos bancários sã cada vez mais delicadas.

"A cobrança é excessiva e as metas, muitas vezes impossíveis de cumprir, o que tem provocado o adoecimento dos funcionários e um clima de terror dentro das agências".

A concentração dos manifestantes se deu em frente ao Masp e o "cortejo" seguiu até a avenida Brigadeiro Luiz Antônio. Apesar do "luto", os bancários estavam majoritariamente de branco, pedindo "paz no ambiente de trabalho".

"As demissões no Itaú Unibanco não estão acontecendo somente no Brasil, mas também em outros países. Continuaremos intensificando nossas atividades para que o Itaú Unibanco respeite o emprego e o trabalho decente", afirmou em nota o diretor do sindicato, Julio César Silva Santos.

Além disso, segundo o sindicato, o título de banco sustentável, concedido ao Itaú Unibanco pelo jornal inglês Financial Times, é incompatível com as demissões, o clima de tensão e a cobrança de metas abusivas do banco. "Além do respeito ao meio ambiente, a sustentabilidade pressupõe respeito aos trabalhadores, manutenção de empregos e um ambiente de trabalho saudável. Não é o que tem acontecido na instituição, onde as demissões e as metas de mais de 150% têm causado adoecimento dos funcionários e instaurado um clima de terror no banco", afirma o diretor. Procurado, o banco Itaú Unibanco afirmou que não se manifestará acerca deste fato.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email