Latam ameaçada

Fuso entre as areas Lan e Tam pode ser impedida pelas autoridades chilenas, mesmo aps aprovao da Anac

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_A união entre as empresas Lan e Tam pode estar com os dias contados. O tribunal antitruste chileno quer impedir a fusão das empresas se alguns benefícios para a concorrência e o consumidor não forem cumpridos. Em audiência na quinta-feira 26, os agentes do Chile se mostraram contrários à formação da Latam, anunciada em agosto do ano passado. Para evitar o fim do compartilhamento das operações entre as companhias, a Lan prometeu reduzir os preços das passagens e abrir suas principais rotas para a entrada de concorrentes. A Tam, porém, já trabalha com um plano B. "A Tam poderia buscar outro parceiro se a fusão com a Lan for rejeitada", disse o advogado Juan Gumucio, que representa a empresa brasileira, à Reuters.

É curioso que a Tam esteja desanimada com os primeiros empecilhos à formação da Latam. No Brasil, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou a fusão das empresas em março deste ano, mas o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deve mostrar a sua avaliação até o final de junho.

Em janeiro deste ano, os detalhes finais da nova companhia foram anunciados ao público. A maior empresa aérea da América Latina terá sede no Chile. O capital da Tam na bolsa brasileira será fechado. As ações serão trocadas por recibos de ações da Latam. Até as 15h15, o papel preferencial da companhia na Bovespa estava estável. Nesta semana, a Tam anunciou a possibilidade de realizar uma captação externa de US$ 500 milhões. Os títulos teriam prazo de 10 anos e retorno entre 8,5% e 8,75%. Os bancos BTG Pactual, Banco do Brasil e Santander são os responsáveis pela oferta.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email