Laura Carvalho: Saída democrática é o caminho para estabilidade

"O caos institucional e político parece mesmo estar eliminando o que restava de esperança na retomada da economia em 2017", diz professora do Departamento de Economia da FEA-USP, Laura Carvalho, em um artigo publicado nesta quinta-feira (8); em sua análise, Laura observa que os "pilares que sustentam o governo Temer estão condenados a desmoronar, já que aprofundam o abismo entre o sistema político e a sociedade brasileira" e ressalta que "só mesmo eleições diretas dariam fim à turbulência e à suspeição sobre as instituições brasileiras"

Laura Carvalho
Laura Carvalho (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "O caos institucional e político parece mesmo estar eliminando o que restava de esperança na retomada da economia em 2017", diz professora do Departamento de Economia da FEA-USP, Laura Carvalho, em um artigo publicado nesta quinta-feira (8). Em sua análise, ela destaca que "mesmo para os mais otimistas, começa a ficar claro que o impeachment forjado por um grupo de líderes parlamentares para "impedir a investigação de crimes por eles praticados" criou um desequilíbrio estrutural e uma rebananização do Brasil, para usar as palavras do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa".

Segundo ela, "são duas as peças que levaram à formação do bloco responsável pelo caos atual". "De um lado, o objetivo de boa parte do sistema político de salvar-se da Operação Lava Jato e outras investigações criminais. De outro, o desejo de boa parte da elite econômica do país de salvar-se dos custos da maior crise econômica da história recente, impondo-os sobre o restante da sociedade", ressalta.

Laura também observa que "os dois pilares que sustentam o governo Temer estão condenados a desmoronar, já que aprofundam o abismo entre o sistema político e a sociedade brasileira". "Só mesmo eleições diretas dariam fim à turbulência e à suspeição sobre as instituições brasileiras", afirma.

Leia a íntegra do artigo.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247