Lemann, R$ 29,3 bi, aperta Eike, R$ 30,2 bi

Um dos donos da maior cervejaria do mundo, a Inbev, Jorge Paulo Lemman alcança fortuna do empresário do grupo EBX, há três anos o mais rico do País; segundo a Forbes, enquanto Lemman vê sua fortuna crescer, Eike acumula perdas

Lemann, R$ 29,3 bi, aperta Eike, R$ 30,2 bi
Lemann, R$ 29,3 bi, aperta Eike, R$ 30,2 bi (Foto: Edição/247)

247 - Após três anos ocupando isoladamente o posto de empresário mais rico do Brasil, Eike Batista ganhou um novo concorrente. Segundo a revista Forbes Brasil, o dono do grupo EBX – que administra diversos negócios, entre petróleo e minério – disputa agora a liderança de maior fortuna com o empresário Jorge Paulo Lemann, um dos donos da AB Inbev – maior cervejaria do mundo. Eike possui atualmente uma patrimônio de R$ 30,26 bilhões, enquanto Lemman tem uma fortuna avaliada pela revista em R$ 29,3 bilhões.

Segundo o levantamento da revista, o patrimônio de Lemann cresceu rapidamente. Em março deste ano, o maior investidor da Inbev tinha uma fortuna trêz vezes menor do que a de Eike – US$ 12 bilhões, ante US$ 30,26 bilhões de seu mais novo adversário. As fortes perdas de Eike Batista na bolsa, no entanto, fizeram com que suas cifras diminuíssem bastante, enquanto as de Lemann, segundo a revista, tem crescido de forma sólida. A revista ainda descreve o perfil empresarial dos bilionários, bastante diferentes: Eike é mais performático, Lemann, mais discreto.

A reportagem da revista destaca que a fortuna do empresário da Inbev "foi fermentada pela venda de uma participação de 29% na Burger King, por US$ 1,4 bilhão". Enquanto isso, o então mais rico do Brasil, de acordo com a publicação, foi "virtualmente empobrecido pelo escorregão das ações de seu grupo em notícias de uma produção de petróleo mais murcha do que o esperado pela OGX".

 

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247