Levy será diretor financeiro do Banco Mundial

Segundo o jornal Valor Econômico, o papel de Joaquim Levy, ex-ministro da Fazenda, será equivalente ao de "principal autoridade financeira da instituição"

Brasília - Ministro da Fazenda, Joaquim Levy participa de audiência da comissão especial - PEC 004/15 - que discute a proposta de emenda à Constituição que prorroga a DRU (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - Ministro da Fazenda, Joaquim Levy participa de audiência da comissão especial - PEC 004/15 - que discute a proposta de emenda à Constituição que prorroga a DRU (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Jornal do Brasil - Em matéria publicada na tarde desta sexta-feira (8), o jornal Valor Econômico afirma que o ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy deverá assumir a diretoria financeira do Banco Mundial, em Washington.

Ainda segundo a reportagem assinada por Juliano Basile, o papel de Levy será equivalente ao de "principal autoridade financeira da instituição".

Dentre suas atribuições estarão o controle do orçamento do Banco Mundial, seu caixa e poder de captação. Levy substituiria o francês Bertrand Badret, que deixou o cargo há dois meses.

A informação ainda não foi confirmada pelo economista ou pelo Banco Mundial.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247