Litro da gasolina já é vendido a R$ 7,88

No ano, o avanço na bomba chega a 46,37%

www.brasil247.com -
(Foto: Roosevelt Cassio/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O preço máximo da gasolina no Brasil já se aproxima dos R$ 8. No Rio Grande do Sul, o preço por litro já é vendido a R$ 7,889. Os números são da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Em média, o litro da gasolina subiu, na última semana, de R$ 6,361 para R$ 6,562, uma alta de 3,1%. No ano, o avanço na bomba chega a 46,37%.

O diesel acumula alta de 44,5% desde janeiro, sendo vendido a para R$ 5,211 por litro. 

PUBLICIDADE

O gás de botijão subiu 36,5% desde o início do ano, para os R$ 102,04 atuais. 

Os caminhoneiros, que marcaram greve para segunda-feira (1), atribuem a alta à política de preços da Petrobrás.

PUBLICIDADE

Segundo o caminhoneiro Edvan Ferreira, a política do Confaz de congelar o ICMS por 90 dias é "paliativa, não vai resolver o problema. Os estados também foram beneficiados - e muito - com esses aumentos dos combustíveis. Está na hora de rever a tributação. Mas se a Petrobras não mudar, não irá surtir efeito", disse.

"Congela-se o ICMS, e o PPI continua. Significa perda de arrecadação para os estados e lucros para os acionistas", concluiu Ferreira. 

PUBLICIDADE

O litro da gasolina superou os R$ 9 em cidades isoladas do Acre. Em Marechal Thaumaturgo o combustível está custando R$ 9,50 e em Porto Walter chegou a R$ 9,25, informa o G1. (Com informações do Globo). 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email