Lucro da CSN cresce 29% no segundo trimestre

Siderrgica amplia ganhos em 12 meses e neste ano ao registrar R$ 1,14 bilho nos resultados

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) registrou lucro líquido de R$ 1,14 bilhão no segundo trimestre do ano, número 29% superior ao apurado no mesmo período do ano passado. Ante o primeiro trimestre, o lucro cresceu 85%, basicamente em razão do maior lucro bruto e do resultado decorrente da alienação da participação acionária da CSN no capital da Riversdale Mining Limited, parcialmente compensados pelo resultado financeiro.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) ajustado atingiu R$ 1,77 bilhão de abril a junho, queda de 1% ante o mesmo período do ano passado. A margem Ebitda registrou recuo de 5 pontos, para 41%. No semestre, o Ebitda ajustado atingiu R$ 3,3 bilhões, crescimento de 7% em relação ao mesmo período do ano passado, basicamente em função dos maiores volumes e preços de minério de ferro praticados.

No segundo trimestre, a receita líquida consolidada somou R$ 4,32 bilhões, crescimento de 14% em relação aos R$ 3,79 bilhões registrados no primeiro trimestre. Segundo a empresa, o crescimento se deveu principalmente ao aumento dos preços e volumes de minério de ferro comercializados de abril a junho, bem como do maior volume de aço vendido. A receita líquida consolidada no mesmo período cresceu 12% em relação aos R$ 3,87 bilhões verificados no segundo trimestre do ano passado, basicamente em função do crescimento do volume de minério de ferro vendido e do aumento dos preços correspondentes.

No trimestre passado, o resultado financeiro líquido consolidado foi negativo em R$ 650 milhões, basicamente devido a encargos de empréstimos e financiamentos, no total de R$ 546 milhões; variações monetárias e cambiais negativas de R$ 80 milhões, incluindo o resultado das operações com derivativos; despesas de R$ 77 milhões referentes a consolidação dos processos do REFIS; e atualização monetária das provisões fiscais no total de R$ 87 milhões.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email