Lucro das empresas brasileiras na Bolsa despenca 47% no 2º tri

Setor bancário foi o mais lucrativo, mesmo com ganhos 11,1% inferiores em relação ao segundo trimestre de 2011. Petróleo e gás foi o mais penalizado

Lucro das empresas brasileiras na Bolsa despenca 47% no 2º tri
Lucro das empresas brasileiras na Bolsa despenca 47% no 2º tri (Foto: Georgina Garcia/Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O lucro das 316 empresas brasileiras de capital aberto no segundo trimestre de 2012 despencou 47,1% em relação ao mesmo período de 2011, segundo apurou nesta quinta-feira, 16, a consultoria Economática. As empresas lucraram R$ 26,9 bilhões no período, contra R$ 50,9 bilhões em 2011, queda de R$ 23,9 bilhões.

Dos 24 setores analisados pela consultoria, 14 tiveram queda de lucro e dez registram crescimento (veja abaixo). O setor bancário foi o que mais lucrou de maio a junho de 2012, com R$ 11,6 bilhões, apesar do recuo de 11,1% em relação aos R$ 13,1 bilhões de 2011. O setor mais penalizado foi o de petróleo e gás, cujo lucro de R$ 50 milhões no segundo trimestre de 2011 deu lugar a perdas de R$ 426 milhões em 2012.

Empresas não financeiras sem Petro e Vale

A análise dos resultados de 290 empresas do setor industrial sem Petrobras e Vale mostra lucro de R$ 11,2 bilhões no segundo trimestre de 2012, contra R$ 16,5 bilhões no mesmo período de 2011 -- queda de R$ 5,26 bilhões ou 31,8%.

Empresas não financeiras com Petro e Vale

Já a análise das mesmas empresas com Petrobras e Vale incluídas resulta em lucro apurado de R$ 15,24 bilhões no perído, valor 59,6% menor ao registrado no segundo trimestre de 2011, quando as empresas acumularam R$ 37,75 bilhões.

A Economática utilizou os demonstrativos das empresas disponíveis na base de dados da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Cosan, Sid Nacional e OI não foram consideradas na pesquisa devido a grandes descontinuidades provocadas por eventos que aconteceram no período analisado, assinalou a consultoria.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email