Lucro líquido do Iguatemi cresce 16% no trimestre

Empresa de shopping centers ganha com aluguel e faturamento das lojas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

AE_A Iguatemi Empresa de Shopping Centers anunciou lucro líquido de R$ 31,5 milhões no primeiro trimestre, mostrando acréscimo de 15,8% ante igual período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita líquida subiu 22,7%, para R$ 76,9 milhões, e o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) somou R$ 41,3 milhões, com alta de 15,5%, enquanto a margem Ebitda caiu de 62,4% para 60%.

 

Apesar de uma base mais forte de comparação, o grupo destaca no balanço que continuou registrando crescimento nas vendas e aluguéis. As vendas totais dos shoppings que administra cresceram 18,4% em relação a um ano antes, somando R$ 1,5 bilhão. No mesmo intervalo, as vendas mesmas lojas cresceram 5,4%, enquanto o indicador de vendas mesmas áreas subiu 8,1%.

 

O indicador de aluguéis mesmas lojas (SSR) subiu 7,2% no primeiro trimestre, enquanto o indicador de aluguéis mesma área (SGR) avançou 7%. O custo de ocupação dos lojistas encerrou o período com valor médio de 12,2% das vendas, 0,2 ponto porcentual acima do primeiro trimestre do ano passado. A taxa média de ocupação dos shoppings da Iguatemi caiu 0,5 ponto porcentual, para 96,7%. Já a inadimplência passou de 3,7% em março do ano passado para 3,1%.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email