Lula critica Prates e diz que ele tem "mente fértil" após fala sobre Petrobrás Arábia

Lula também disse "não ter sido informado" sobre os planos do presidente da Petrobrás, Jean Paul Prates, de criar uma subsidiária da estatal no Oriente Médio

Lula e Jean Paul Prates
Lula e Jean Paul Prates (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | Tomaz Silva/Agência Brasil | Paulo Whitaker/Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse desconhecer os projetos do presidente da Petrobrás, Jean Paul Prates, de criar uma subsidiária no Oriente Médio, a Petrobrás Arábia, com o objetivo de aprofundar empreendimentos com países da Opep+, bloco que o Brasil deverá ingressar no próximo ano. Segundo Lula, Prates tem “uma cabeça muito fértil” e pensa “numa velocidade de Fórmula 1”.

“Primeiro, você deve fazer essa pergunta para o Jean Paul Prates. Porque eu não fui informado de que a gente vai criar uma Petrobrás aqui [no Oriente Médio]. Como a cabeça dele é muito fértil, e ele pensa numa velocidade de Fórmula 1, e eu funciono numa velocidade de Volkswagen, eu preciso aprender o que é isso que ele vai fazer”, disse Lula.  >>> Petrobrás estuda criar subsidiária 'Arábia', diz Prates

continua após o anúncio

“Se a Petrobrás tem algum investimento para fazer aqui, eu não sei no quê. [...] Eu vou conversar com ele [Prates]. Você [repórter] me deu uma bela informação”, completou Lula. Ainda segundo ele, “a Petrobrás, enquanto empresa, vai ter que fazer o que precisar fazer para ela poder se transformar em uma grande empresa e ajudar o Brasil a crescer. Mas, ao mesmo tempo, a Petrobrás vai se transformar numa empresa não de petróleo apenas, mas numa empresa que vai cuidar da energia como um todo”. 

Ainda conforme a reportagem,o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, também não estaria ciente da iniciativa da Petrobrás e, de acordo com interlocutores, ele viu o anúncio em desalinhamento com as diretrizes do governo, que prevê a geração de empregos no Brasil. 

continua após o anúncio

 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247