Maioria dos brasileiros recorreram a ‘bicos’ para complementar renda

No primeiro semestre de 2018, 64% dos brasileiros realizaram algum trabalho extra para complementar a renda, de acordo com pesquisa do SPC e da CNDL, divulgada nesta segunda-feira (23); segundo o levantamento, mais de 70% dos trabalhadores mais pobres (classes C, D e E) recorreram aos "bicos". Destes, 44% afirmam que sentiram uma piora nas suas condições financeiras

Maioria dos brasileiros recorreram a ‘bicos’ para complementar renda
Maioria dos brasileiros recorreram a ‘bicos’ para complementar renda
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No primeiro semestre de 2018, 64% dos brasileiros realizaram algum trabalho extra para complementar a renda, de acordo com pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), divulgada nesta segunda-feira (23).

Segundo o levantamento, mais de 70% dos trabalhadores mais pobres (classes C, D e E) recorreram aos "bicos". Destes, 44% afirmam que sentiram uma piora nas suas condições financeiras. Apenas 19% pensam que a situação econômica do país está melhor agora do que antes.

Outro dado da pesquisa é que cinco em cada 10 consumidores enxergam uma piora na economia brasileira quando comparada ao ano passado. No primeiro semestre, 83% dos consumidores fizeram cortes para driblar crise e 77% não sentiram efeitos da melhora da economia.

Questionados quanto ao futuro da economia, a pesquisa aponta opiniões divididas: 39% acham que a situação será melhor no segundo semestre, enquanto 29% acham que a situação continuará a mesma. Além disso, 15% acreditam que haverá uma piora nas condições econômicas.

A pesquisa ouviu 886 consumidores de ambos os gêneros, com mais de 18 anos e de todas as classes sociais nas 27 capitais do país. A margem de erro é de no máximo 3,3 pontos percentuais, com taxa de confiança de 95%.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email