CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Mercado de IPO dos EUA cresce no primeiro trimestre

Indústria, Serviços financeiros e Tecnologia lideram novas ofertas, enquanto a volatilidade do mercado declina e novos players mostram força na captação

Mercado de IPO dos EUA cresce no primeiro trimestre (Foto: Brendan McDermid/Reuters)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

PE247 – O mercado de Initial public offering (IPO) dos Estados Unidos – ofertas públicas iniciais de ações, em português –, teve uma recuperação significativa no primeiro semestre de 2012, sendo o maior crescimento desde 2007. Foi constatado retorno positivo de 80%, tendo em vista o aumento do interesse dos investidores. De acordo com a PwC, que fez a "IPO Watch", pesquisa de IPOs listados em bolsas de valores americanos, nos três primeiros meses deste ano 44 IPOS atingiram a marca de U$S 5,8 bilhões em receitas, revelando um acréscimo de 33% em relação às 33 ofertas no mesmo período do ano passado. Por outro lado, as receitas totais não passaram dos U$S 13 bilhões alcançados no primeiro trimestre de 2011, em que os recursos foram alavancados por cinco ofertas que levantaram mais de U$S 1 bilhão cada.

Segundo a pesquisa, os setores das indústrias e serviços financeiros e das companhias que atuam com alta tecnologia foram os mais ativos, contribuindo com 13,9 e 9 IPOs, respectivamente. Quanto aos valores, a área industrial correspondeu com U$S 2,1 bilhões, representando 36% do capital total no primeiro trimestre de 2012. Em relação aos serviços, as empresas do ramo ofertaram 36 dos 44 IPOs, correspondendo U$S 4,8 bilhões do total das receitas trimestrais. Já as companhias representam 82% do volume total e 83% do valor das atividades de IPO nos três primeiros meses deste ano.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"O mercado de IPO deve permanecer forte até o final do ano, como ofertas de empresas de diversos segmentos", diz Ivan Clark, sócio da PwCBrasil. A volatilidade do mercado global, medida pelo VIX – indicador de volatilidade da bolsa americana -, diminuiu 40% se comparado aos níveis do segundo semestre de 2011 e atingiu, em março deste ano, os menores patamares desde junho de 2007.

Em continuidade à tendência apresentada no segundo semestre de 2011, houve queda da participação de emissores estrangeiros no primeiro trimestre de 2012. Foram oito ofertas estrangeiras no período – no primeiro trimestre de 2011 foram 10. "O trimestre terminou com nota alta, com tabelas de preços bem recebidas na última semana de março, encerrando com sucesso os meses de fevereiro e março, depois de um início lento em janeiro. O ambiente atual de volatilidade baixa deve contribuir para o interesse pelo IPO nos próximos trimestres", observa Ivan Clark.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

JOBS Act

Com o objetivo de dar suporte para que as empresas privadas com menos de U$S 1 bilhão de receita tenham acesso ao financiamento e ao capital, o governo americano criou a aprovou a JOBS Act, lei que visa recuperar a economia estadunidense. A intenção é fazer com que essas empresas levantem capital por meio de oferta pública inicial de seu patrimônio comum, flexibilizando as restrições impostas pela Comissão de Valores dos Estados Unidos (SEC) para os anúncios feitos pelos empresários em busca de novos investidores.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

'PwC US IPO Watch' é uma pesquisa trimestral e anual de IPOs listados em bolsas de valores norte-americanas. Incluem IPOs de empresas nacionais e estrangeiras, empresas de desenvolvimento de negócios, entre outros. A pesquisa pode ser acessada clicando aqui.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO