Mercado reage mal ao Pibinho e às bananas e dólar vai a R$ 4,54

A macaquice de Bolsonaro na porta do Alvorada, que não respondeu às perguntas sobre o Pibinho de 1,1% de 2019 e levou um comediante para distribuir bananas aos jornalistas não sensibilizou o mercado, que o apoia ainda hoje. Com a 11ª consecutiva, o dólar chegou a R$ 4,54 ao final da manhã desta quarta

(Foto: Marcos Corrêa/PR | Reuters | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O mercado (instância de ação dos bancos, grandes empresas e especuladores) reagiu mal ao Pibinho de 1,1% de 2019 anunciado na manhã desta quarta-feira (3) e às macaquices de Jair Bolsonaro, que levou um humorista à coletiva sobre o tema, não respondeu nenhuma pergunta e divertiu-se com o comediante Márvio Lúcio dos Santos Lourenço, da TV Record distribuindo bananas aos jornalistas. O dólar seguiu subindo forte e, com a 11ª alta consecutiva, alcançou o valor de R$ 4,54.

Às 12h50, a moeda estadunidense subia 0,67% e era cotada a R$ 4,5412 na venda (novo recorde nominal durante uma sessão). O Ibovespa registrava um avanço de 0,2%, aos 105.745,34 pontos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email