Metade das fábricas de veículos está fechada no Brasil

O agravamento da pandemia no Brasil associado a uma crise no fornecimento de componentes levou à paralisação de metade das 58 fábricas de veículos do país - 29 estão paradas

montadora-carros
montadora-carros (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um levantamento realizado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) aponta que 29 das 58 fábricas de veículos instaladas no país estão paradas. Segundo a entidade, o motivo é o agravamento da pandemia no Brasil associado a uma crise no fornecimento de componentes. 13 das 26 montadoras de automóveis em atividade no país estão parcial ou totalmente paralisadas, segundo reportagem da BBC Brasil. Parada no Brasil vai na contramão de países como os Estados Unidos, que graças à vacinação massiva da população vem retomando gradativamente as atividades. 

Segundo especialistas ligados ao setor automotivo, a paralisação poderá reduzir a produção nacional de veículos em até 300 mil ao longo deste ano. Atualmente, entre 60% 70% dos funcionários diretos ligados à atividade estão em casa.  

A Volkswagen foi a primeira montadora a anunciar a suspender as atividades, no dia 19 de março. Em seguida, outras empresas também anunciaram, paralisações. Segundo a Anfavea, até o dia 30 de março as paralisações alcançavam unidades fabris da Mercedes, Renault, Scania, Toyota, Volkswagen, Volkswagen Caminhões e Ônibus, BMW, Agrale, Honda, Jaguar e Nissan. A GM e Volvo reduziram a produção. A Ford encerrou de vez suas operações no Brasil.  

De acordo com a Fenabrave, associação que representa as concessionárias, entre janeiro e fevereiro foram emplacados cerca de 339 mil veículos no Brasil, uma queda de 14% sobre o mesmo período de 2020. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email