Microlucro

Resultado da Hypermarcas cai 10% em 2010

AE - A Hypermarcas, fabricante de produtos de higiene pessoal, farmacêuticos e alimentos, obteve um lucro líquido consolidado de R$ 87,915 milhões no quarto trimestre de 2010, o que representa um aumento de 5,7% sobre os R$ 83,148 milhões do mesmo intervalo de 2009. Os dados atendem ao padrão contábil IFRS. No acumulado de 2010, o lucro líquido consolidado ficou em R$ 261,901 milhões, queda de 10,3% ante os R$ 292,106 milhões anotados no ano anterior. 

A companhia apresenta também outro critério para o resultado, o lucro líquido caixa, que inclui despesas não recorrentes, variação

cambial, imposto de renda e outros itens. No quarto trimestre, esse resultado é de R$ 168,7 milhões, 26,4% maior que os R$ 133,5 milhões de igual trimestre de 2009. No acumulado do ano, alcança R$ 557,9 milhões, alta de 28,2% sobre os R$ 435,1 milhões do ano anterior.

O lucro líquido caixa de 2010, de acordo com o informe de resultados, é a soma do lucro líquido do exercício (R$ 261,9 milhões), mais despesas não recorrentes (R$ 52,4 milhões), resultados de variação cambial (R$ 0,6 milhão), imposto de renda e contribuição social não-caixa (R$ 166,8 milhões), reversão de ajuste a valor presente (R$ 55,4 milhões) e outras despesas não-caixa (como ajuste de mais-valia nos estoques das empresas adquiridas de R$ 12,8 milhões e despesas com plano de opção de ações de R$ 8,0 milhões). 

O Ebitda (lucro líquido antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) ficou em R$ 223,6 milhões no quarto trimestre, um aumento de 44,6%, ao passo que no ano somou R$ 734,5 milhões, 45,6% maior. A margem Ebitda do último trimestre de 2010 cresceu de 22% para 23,7%, e a do acumulado do ano caiu de 25,7% para 23,2%.

A receita líquida teve um crescimento de 34,1%, para R$ 942,6 milhões no quarto trimestre, e de 60,7% no exercício 2010, para R$ 3,159 bilhões.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247