Moody's rebaixa nota da Petrobras e sinaliza novo corte

Agência de classificação de risco Moody's cortou a nota de crédito da Petrobras para "Ba3", ante 'Ba2"; agência também sinalizou  que poderá fazer um novo rebaixamento do rating da estatal nos próximos meses; poucas horas antes, a Moody's já havia colocado o rating soberano brasileiro em revisão para rebaixamento

Agência de classificação de risco Moody's cortou a nota de crédito da Petrobras para "Ba3", ante 'Ba2"; agência também sinalizou  que poderá fazer um novo rebaixamento do rating da estatal nos próximos meses; poucas horas antes, a Moody's já havia colocado o rating soberano brasileiro em revisão para rebaixamento
Agência de classificação de risco Moody's cortou a nota de crédito da Petrobras para "Ba3", ante 'Ba2"; agência também sinalizou  que poderá fazer um novo rebaixamento do rating da estatal nos próximos meses; poucas horas antes, a Moody's já havia colocado o rating soberano brasileiro em revisão para rebaixamento (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A agência de classificação de risco Moody's cortou nesta quarta-feira a nota de crédito da Petrobras para "Ba3", ante 'Ba2", e indicou que poderá fazer um novo rebaixamento da estatal nos próximos meses.

A Moody's disse em comunicado que a ação "reflete riscos elevados de refinanciamento da Petrobras" ante a deterioração das condições da indústria petroleira que tornam ainda mais difícil para a estatal levantar recursos com a venda de ativos.

A Moody's também citou o fluxo de caixa negativo e condições mais apertadas de financiamento para empresas no Brasil e da indústria do petróleo.

Além de cortar o rating, a Moody's colocou a nota da Petrobras em revisão para "downgrade", o que significa que um novo rebaixamento poderá acontecer adiante. Mais cedo, a Moody's colocou o rating soberano brasileiro em revisão para rebaixamento.

(Por Raquel Stenzel)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email